Psicóloga Lapa

Algumas Propostas do trabalho de Psicólogo, Psicóloga, psicoterapeutas e psicanalista.

– Elevar a Inteligência Emocional: tirar o melhor partido possível  das relações humanas, aprendendo a trabalhar as ansiedades, ilusões, idealizações e fantasias cogitadas no dia-a-dia;

– Aprender a relacionar-se melhor e a negociar;

– Aprender a compreender, inclusive, a falta de compreensão  de outrem;

– Desenvolver a auto-estima. Aprender a gostar da nossa verdade e condição, desfrutando de nossa singularidade, onde possamos perceber a origem das comparações nas quais nos submetemos para que, de fato, aprendamos a valorizar o que somos. Antes de atingirmos o “eu idealizado”, aprender a ter apreço por si.

– Encontrar um novo modo de se amar; uma nova condição de nos amarmos:  “Me AMO      apesar disto”  que substituirá o:    “Me amo por isto”.

– Perceber e suavizar os distúrbios da comunicação;

– Trabalhar as compulsões. Sejam elas pelo pensamento ou ação como: fumo, alimentação, limpeza, estudo, trabalho, maledicência, comunicação, bebidas, ou preocupações. Estas, muitas vezes, encontram-se relacionadas ao alcoolismo, obesidade, estresse, entre outras patologias;

– Reconhecer a personalidade e  favorecer a despolarização. Obter informações sobre os tipos de personalidade, reconhecer a  própria personalidade, suas características, vantagens e desvantagens, proporcionando direcionamento para o movimento próximo ao eixo central e rapidez para avaliar e conhecer a personalidade de outrem, possibilitando uma melhor comunicação. Aprender a mesclar um olhar cinza e não apenas as polarizações entre:  certo/errado; bonito/feio; aceitável/inaceitável,   bom/ruim.  Aprender a transitar pelos opostos.

– Otimizar o convívio social;

– Ampliar a independência emocional,  aprender a manejar melhor o controle;

– Identificar o tipo de sua ansiedade e buscar a causa.  buscar  o processo de pensamento que ficou articulado a uma maneira peculiar de manifestar a ansiedade e reestruturá-lo, de modo a proporcionar melhores resultados;

– Avaliar  a manifestação da ansiedade, implementar uma nova, mais tranqüila e  vantajosa estrutura de pensamento;

– Diminuir o estresse  pré-cirúrgico;

– Evoluir a capacidade de recuperação pós-cirúrgica, no que diz respeito a otimizar o sistema imunológico e modulação de dor e medos;

– Aprender a detectar, assumir e dar novo entendimento às  nossas fragilidades e frustrações;

– Perceber o que não sabemos a nosso respeito. Enxergar-nos por uma nova ótica, conhecer características e sinais que nunca havia captado e dar sentido a estes conhecimentos.

– Acatar e aceitar características inerentes ao nosso ser. Geralmente, não assumimos nosso egoísmo ou inveja, suavizando estes sentimentos que já em tenra idade manifestamos com muito ardor, mas  com o decorrer do tempo, aprendemos a escondê-los, atribuindo nomes como: privacidade e admiração. Na análise, vamos lidar cara a cara com estas manifestações de natureza humana e aprender a trabalhá-las ao nosso favor.

– Resgatar alguma época de nossa vida que não foi  potencialmente desfrutada;

– Conhecer e conscientizar determinadas lei de vida, fundamentadas na  sua experiência e utilizá-las de modo satisfatório;

– Deixar de acusar membros de nossas relações aprendendo a desfrutar de maneira satisfatória destas;

– Conhecer o seu tipo de ansiedade, buscar a causa e resolver esta questão;

– Conhecer a diferença entre temperamento, personalidade, condição, limites, e a partir daí vislumbrar um planejamento mais vantajoso fundamentado por suas capacidades reais;

– Trabalho de dessensibilização de fobia,  ou seja, compreender e deixar que determinado medo afete e atrapalhe o dia-a-dia;

– Trabalho focado aos portadores de transtorno afetivo bipolar, transtorno obsessivo compulsivo, transtorno pós-traumático, transtorno de ansiedade, síndrome do pânico e quaisquer tipo de transtorno emocional.

– Desvencilharmo-nos  das amarras sócio-culturais, direcionando-nos à ética universal, onde nos conectamos com nossa essência, verdade e singularidade, reconhecendo nossas peculiaridades para, nestas bases, construirmos a felicidade, auto-suficiência, apoio, reconhecimento, força, segurança paz e harmonia.

Entre várias outras aplicações deste trabalho,  o objetivo mestre é aprender a estar feliz, disposto e desfrutar da maneira mais útil, lucrativa e saudável esta aventura que é a vida.

TAGS:psicóloga lapa, psicologa lapa, psicologa vila leopoldina, psicologa pirituba, psicologa zona oeste, psicóloga zona oeste, psicóloga pinheiros, psicologa pinheiros, psicóloga cognitiva lapa, psicologa cognitiva lapa, pscióloga


Sites Parceiros: